Amsterdão (Holanda)

Amesterdão é a capital e a maior cidade da Holanda e está situada na província Holanda do Norte. Seu nome é derivado de uma represa (dam) no rio Amstel, o rio onde fica a cidade. A cidade é conhecida por seu porto histórico, seus museus de fama internacional, sua zona de meretrício (Red Light District, o “Bairro da Luz Vermelha”), seus coffeeshops liberais, e seus inúmeros canais que o levaram a ser chamada a “Veneza do Norte”.

Amsterdão tem uma população de 813.562 (2014) habitantes, enquanto que sua área metropolitana tem cerca de 2 milhões. É o centro de uma vasta zona urbana contínua, denominada Randstad, que se estende de Roterdão a Amesterdão e também Utrecht, com cerca de 7,6 milhões de habitantes.

A cidade destaca-se pelo seu setor financeiro, sendo o quinto centro financeiro europeu. Com mão-de-obra qualificada no sector logístico, a cidade afirma-se pela sua infra-estrutura que reúne um aeroporto internacional e um moderno porto marítimo.

A maior parte da cidade é constituída por pôlderes. O relevo de Amsterdão é de uma região encontrada numa altitude inferior ao nível do mar. Um sistema de bom planejamento de canais em forma de círculos que se interligam é o verdadeiro método de drenagem urbana. Esses canais com sombras de árvores fazem a divisão de Amsterdã em ilhas. Mais de 400 pontes fazem a ligação das ilhas.

O lema oficial da cidade é: “Heldhaftig, Vastberaden, Barmhartig” (“Valente, Decidida e Misericordiosa”). Estas três palavras provêm da denominação oficial concedida pela rainha Guilhermina dos Países Baixos em 1947, em homenagem a coragem da cidade durante a Segunda Guerra Mundial.

A composição étnica da cidade em 2012 era de 49,5% holandesese 50,5% estrangeiros. Pessoas de origem não-europeia constituíam ao todo 34,9% da população e 52,6% de pessoas menores de 18 anos de idade.

Amsterdão é a região que mais concentra indústrias e onde os alimentos são processados. Dentre os produtos industrializados de maior importância são contados a cerveja, impressos, navios, metais, medicamentos e roupas. A cidade é também um dos centros onde há indústrias que lapidam diamantes no mundo.

Há uma grande quantidade de anos, Amsterdã é objeto de conhecimento como um dos portos comerciais de maior destaque no mundo. O Aeroporto Internacional de Schiphol localiza-se a cerca de vinte minutos de comboio do centro de Amesterdão. É o maior aeroporto dos Países Baixos por número de passageiros, o quinto da Europa e o décimo do mundo. Aí fica sediada a KLM, a companhia aérea dos Países Baixos.

A Casa de Anne Frank é um destino turístico muito popular, bem como o Hortus Botanicus Amsterdam, fundado no começo da década de 1960, um dos mais antigos jardins botânicos do mundo, com muitas antigas e raras espécies, entre as quais está a planta de café da qual saiu o ramo que serviu como base das plantações na América Central e América do Sul.

Em Amesterdão encontra-se a conhecida fábrica de Cerveja Heineken, que também tem seu museu Heineken Experience. O clube desportivo AFC Ajax tem como sede e estádio na cidade, chamado Amsterdam ArenA. Também a prestigiosa sala de concertos Concertgebouw é sede da igualmente famosa orquestra sinfônica, a Orquesta Real de Concertgebouw, que deu seu primeiro concerto em 3 de Novembro de 1888.

Há numerosos edifícios, igrejas, praças e pontes que merecem uma visita. Uma data bem interessante para visitar a cidade é o Dia da Rainha ou Koninginnedag a 30 de Abril. Neste dia todos os habitantes da cidade vendem nas ruas todo tipo de coisas, principalmente objectos de casa que já não utilizam. A cidade transforma-se em mercado e numa verdadeira festa e as ruas ficam abarrotadas de gente vestida da cor da casa real, o laranja.

O espírito liberal que ela herdou da Idade do Ouro justifica o fato de nela existirem alguns cafés, os chamados coffeeshops, onde é autorizado o consumo de drogas leves e de existir uma indústria do Sexo legalizada. No “Red Light District” (ou Bairro da Luz Vermelha) as ruelas estão lotadas de sex shops, bares onde decorrem espetáculos eróticos, cinemas eróticos e até um museu do sexo. A Prostituição nos Países Baixos é completamente legalizada nas zonas designadas para ela.

Amsterdão é o centro da cultura holandesa. As atrações turísticas de notoriedade que se localizam no centro histórico da cidade são, exemplificando, a Igreja Velha, que se ergueu no século XIII, o ex-prédio da Câmara Municipal, atualmente o Palácio Real e a residência onde Rembrandt passou a sua vida. O Rijksmuseum, o museu de maior importância de Amsterdão, é o local de exibição de uma grande quantidade de obras de Rembrandt como a Ronda Noturna e obras-primas de uma grande quantidade de demais artistas plásticos. O Museu Van Gogh é possuidor de uma grande quantidade de trabalhos do artista plástico holandês ao qual é atribuída a sua autoria.
Mais Informações em Wikipedia

 

Contacte-nos

O seu nome (obrigatório)

O seu email (obrigatório)

Assunto

A sua mensagem